logo live news
Cine/Tv

Futura anuncia segunda temporada de programa e abre seleção para estudantes de todo Brasil

02/19/2021 1:10 PM

A segunda temporada do programa IDADE MÍDIA chega com muitas novidades. Novo formato, novo cenário e participação ainda mais ativa do LAB.ME – laboratório de mídias aplicadas à educação. Voltado para acolher o olhar da juventude e da diversidade brasileira no programa, o laboratório abre oportunidade para estudantes universitários de todo o país por meio de seleção pública, aberta até o dia 24 de fevereiro.

O objetivo do laboratório é dar a oportunidade a jovens estudantes que tenham interesse em aprofundar conhecimentos sobre mídia e educação e, ao mesmo tempo, participar da criação e construção do programa IDADE MÍDIA, sob supervisão da equipe técnica do programa, além de contar com a coordenação  pedagógica do Prof. Pedro Ortiz.

Os estudantes selecionados integrarão essa equipe e desenvolverão várias atividades didáticas, em reuniões on-line, na pesquisa e estudo sobre os temas propostos para esta segunda temporada, além de produzirem conteúdo audiovisual para os episódios e participarem de definições sobre o programa. A contratação se dará por via de  programa de estágio e conta com bolsa de R$ 650,00 (seiscentos e cinquenta reais). 

O edital foi aberto dia 15 de fevereiro e já conta com mais de 500 inscritos de todo o país. As inscrições vão até  o dia 24 de fevereiro. “O nosso objetivo é abarcar os diferentes olhares de um país culturalmente rico e diverso”, declara Alexandre Sayad. Destinado a estudantes que estejam cursando o ensino superior nas áreas de Comunicação e Artes (cursos de Jornalismo, Rádio e TV, Audiovisual, Cinema, Produção Multimídia, etc).

Serão aceitos alunos de outros cursos que demonstrem interesse e habilidade com o audiovisual.  Além dos requisitos de admissibilidade, o aluno precisa estar disponível para realizar as diversas atividades propostas pela equipe do programa.

Serão 5 vagas para todo o Brasil. Pluralidade e diversidade são focos de seleção. “Iremos selecionar um/a estudante de cada uma das cinco regiões do país, de instituições de ensino superior públicas ou particulares”, define Sayad.