logo live news
Celebs

Mick Jagger diz que Charlie Watts “era o coração” dos Rolling Stones: “É estranho estar sem ele”

10/01/2021 4:28 PM
Mick Jagger e Charlie Watts no palco para o filme ‘Vamos Passar a Noite Juntos’ em 1981. ((Foto de Aaron Rapoport / Corbis via Getty Images))

Mick Jagger falou sobre seu amado companheiro de banda e amigo Charlie Watts. Na quarta-feira, Howard Stern notou como os Rolling Stones iniciaram sua turnê norte-americana com um tributo ao falecido baterista durante uma entrevista com o vocalista. Watts faleceu em agosto aos 80 anos.

“Charlie era o coração da banda, e também uma personalidade muito constante”, respondeu Jagger, conforme citado pela Central Recorder na quinta-feira. “Ele não era para ser perturbado. Ele era uma pessoa muito confiável, não era uma diva – essa é a última coisa que você quer em um baterista.”

Jagger também elogiou o senso de humor seco de Watts, bem como seu relacionamento fora da banda.

“Sinto falta do Charlie porque ele tinha um grande senso de humor e, fora da banda, costumávamos sair bastante e ter momentos interessantes”, explicou o homem de 78 anos. “Nós gostamos de esportes, íamos ao futebol, íamos a jogos de críquete, e tínhamos outros interesses além da música.”

Jagger também compartilhou como Watts tem permanecido uma presença proeminente durante a turnê.

“Toda vez que nos reunimos agora e ensaiamos, dizemos: ‘Oh, Charlie diria isso, então ele faria isso'”, explicou. Fox