logo live news
mix

Exposição no Rio reúne obras de Nelson Sargento

07/27/2021 11:08 AM
: Foto: Edinho Alves

A ocupação cultural Arte, agoniza mas não morre: Nelson Sargento 9.7 apresenta obras inéditas do artista, que morreu por complicações da covid-19, em maio deste ano. A exposição, no Espaço Travessia, no Instituto Municipal Nise da Silveira, na zona norte carioca, reúne 15 quadros –  seis deles inéditos – assinados pelo sambista, compositor, intérprete, poeta, pesquisador, ator e radialista. Lá também estão trabalhos de outros artistas.

Em entrevista ao programa Tarde Nacional, o curador da mostra, Marcelo Valle, disse que a iniciativa nasceu de um encontro com Nelson Sargento, em que o artista manifestou a vontade de fazer mais uma exposição.

Nelson Sargento completaria 97 anos nesse domingo (25), véspera da inauguração. Além dos quadros, o artista compôs mais de 400 músicas e ainda deixou acervo com 80 sambas inéditos. 

Marcelo Valle explicou que a ideia da ocupação cultural foi juntar as obras de Nelson Sargento às de outros artistas fora do eixo centro/zona sul. 

O Espaço Travessia ocupa dois andares de enfermarias desativadas do antigo Hospital Psiquiátrico Pedro II, hoje Instituto Municipal Nise da Silveira. Desde 2017, o espaço investe em artistas do Rio de Janeiro e da Região Metropolitana, exaltando a relevância cultural dos subúrbios. 

As visitas à ocupação cultural Arte, agoniza mas não morre: Nelson Sargento, 9.7, devem ser pré-agendadas, obedecendo protocolos de segurança contra a covid-19. A mostra fica aberta das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira, até o dia 26 de setembro.

Fonte: Agência Brasil