logo live news
news

Conmebol libera jogos com público, mas prefeituras ainda devem barrar presença

12/07/2021 15:04
Foto: Wagner Meier/Getty Images

Entidade máxima do futebol sul-americano, a Conmebol anunciou nesse domingo que deseja retornar com os públicos nos estádios a partir das oitavas de final da Taça Libertadores e da Copa Sul-Americana. Mas ao mesmo tempo a proposta encontra resistência nas cidades onde essas partidas estão marcadas.

Belo Horizonte, por exemplo, já descartou a liberação. Já o Rio de Janeiro estuda a possibilidade. E até o momento, outras cidades (Porto Alegre, São Paulo, Santos e Bragança Paulista) não definiriam a situação sobre essa permissão de público nos jogos dos torneios. Vale lembrar que a CBF é contra a decisão que autoriza torcedores nas arenas.

A entidade afirmou em um comunicado “que considera que a volta paulatina do público é essencial para o desenvolvimento do futebol sul-americano, motivo para o qual, caso as autoridades nacionais permitam, está autorizada a volta ao público nas competições mencionadas”.

Além disso, a recomendação é que apenas quem está vacinado ou com teste negativo para COVID-19 tenha acesso aos estádios, evitando que pessoas com sintoma da doença ou que tenha tido contato com uma pessoa infectada possam estar no público. Todos os torcedores e convidados devem usar máscaras.

A Conmebol também recomenda que não seja liberada a entrada de menores de 18 anos, mulheres grávidas e pessoas com enfermidades dentro dos estádios.

As oitavas de final da Libertadores apresentam os seguintes jogos envolvendo clubes brasileiros: (dia 13) Atlético-MG x Boca Juniors Fluminense x Cerro Porteño, São Paulo x Racing, (14) Defensor y Justicia x Flamengo, Universidade Católica x Palmeiras e (15) e Olímpia x Internacional. Na Sul-Americana, os times do Brasil são Grêmio, Red Bull Bragantino e Santos.