logo live news
Uncategorized

Britney Spears comentou em suas redes sociais sobre o documentário de sua vida mais recente, e desabafa que não gostou.

04/05/2021 02:19

Em sua nova postagem no Instagram, Spears criticou os filmes por se concentrarem apenas nos momentos mais sombrios de sua carreira. “Tantos documentários sobre mim este ano com a visão de outras pessoas sobre a minha vida”. A pop star de 39 anos escreveu nessa segunda-feira (3 de maio) em uma longa legenda no instagram. “O que posso dizer… estou profundamente lisonjeada!!!! Esses documentários são tão hipócritas … eles criticam a mídia e depois fazem a mesma coisa.”

Divulgação Instagram Britney Spears

Três meses após que a FX estreou o episódio “Framing Britney Spears” do The New York Times Presents , a BBC lançou ‘’A batalha por Britney: fãs, dinheiro e uma tutela’’, por meio de seu serviço de streaming no sábado, (1º de maio). Como “Framing Britney Spears”, o novo filme examina a história da tutela de 13 anos da cantora. Ele apresenta entrevistas com pessoas que os cineastas afirmam estar em “ambos os lados da questão”, incluindo Perez Hilton, o maquiador Billy Brasfield e o coreógrafo Brian Friedman .

“Eu não conheço vocês, mas estou emocionado em lembrar a todos vocês que, embora eu tenha passado alguns momentos muito difíceis na minha vida … Eu já tive momentos muuuuito mais incríveis na minha vida e, infelizmente, meus amigos … Eu acho o mundo está mais interessado no negativo”, escreveu ela. “Por que destacar os momentos mais negativos e traumatizantes da minha vida desde sempre.”Em relação à participação de Brasfield no novo filme, Spears afirmou que não fala mais com ele e não sabe por que ele está envolvido. “obs: Na verdade não falo com Billy, então estou honestamente muito confusa”, ela explicou.

Além dos documentários FX e BBC, a Netflix está trabalhando em um terceiro filme sobre a estrela, dirigido por Erin Lee Carr. Esse filme já estava em andamento quando o documentário ”Framing Whith Britney Spears” estreou. Britney disse que tinha visto apenas parte do documentário da FX, mas “chorou por duas semanas” quando viu e se sentiu “envergonhada”. comentou.

Por Angel Melo