logo live news
mix

Pesquisa aponta que e-books facilitam acesso à leitura

20/03/2021 17:56

Os e-books têm conquistado cada vez mais adeptos da leitura digital. De acordo com a consultoria alemã Statista, o mercado global viveu uma grande retomada em 2020 com o isolamento social causado pelo coronavírus, alcançando um crescimento de 12,4% no faturamento anual do setor se comparado a 2019, chegando a mais de 15 milhões de dólares.

Uma pesquisa feita pelo Skeelo, maior aplicativo de e-books do Brasil, aponta uma tendência interessante, visto que o país conta com pouco leitores. Segundo levantamento 71,7% dos participantes afirmaram que o hábito de leitura melhorou após terem acesso ao aplicativo. Outros 96% afirmaram que gostam de ter o benefício do Skeelo no seu plano de telefonia celular e 99,7% acha importante facilitar o acesso à leitura no Brasil e enxergam a plataforma como uma importante ferramenta. 

Declarações como “ele resgatou minha vontade pela leitura”, “melhorou muito o meu hábito de ler e hoje é como se fosse meu melhor amigo” e “voltei a ler por causa do Skeelo e acabei comprando um kindle” são algumas das diversas que afirmam que a possibilidade de escolher um título na tela do celular e poder acessá-lo de onde estiver, incentiva sim o ato de ler. A pesquisa foi feita na primeira semana de março e teve a participação de 3.327 pessoas.
Dados do Skeelo corroboram com a pesquisa, já que desde sua criação, em 2019, já foram 300 mil e-books e audiobooks vendidos, com a expectativa de chegar a 1 milhão até o final do ano. “É preciso investir na formação de novos leitores, gerar o hábito de consumo e definir novos formatos de entrega de conteúdo”, afirma Rodrigo Meinberg, um dos sócios do Skeelo.