logo live news
Celebs

Meghan e Harry falam tudo em entrevista à Oprah Winfrey

08/03/2021 14:50

Em uma entrevista à apresentadora norte-americana Oprah Winfrey, o príncipe Harry e a duquesa de Sussex, Meghan Markle, contaram detalhes de suas vidas como parte da realeza britânica, apresentando motivos que os levaram a saírem dela em janeiro do ano passado.

Um dos assuntos mais impactantes da entrevista é que Meghan contou ter sido alvo de uma “campanha de desprestígio” da família real e que isso levou até a pensar em suicídio. Já o príncipe destacou estar “realmente decepcionado” com a falta de apoio do pai, o príncipe Charles.

A entrevista exibida pela CBS trouxe diversos temas chocantes para o público. A duquesa de 39 anos, afro-americana, disse que a família de seu marido estava “preocupada” com o “quão escura” seria a pele de seu filho, Archie, antes de seu nascimento em 6 de maio de 2019.

“Nos meses em que estava grávida (…) tivemos uma série de conversas sobre que ‘ele não receberia segurança, ele não teria um título’ e também preocupações e conversas sobre o quão escura seria sua pele quando nascesse”, relatou a ex-atriz. Ela falou ainda que o Palácio de Buckingham se negou a conceder proteção à criança, apesar da tradição da família real.

Em meio às lágrimas, ela também afirmou: “Eu não queria mais estar viva”. Acrescentou que quando informou à família real que estava lutando e que precisava de ajuda profissional, recebeu como resposta que “não poderia, que não seria bom para a instituição”.

Já o príncipe destacou que ficou “realmente decepcionado” com a falta de apoio de seu pai diante de toda essa situação, “porque ele passou por algo similar. Ele sabe como se sente a dor”. Além disso, ele ressaltou: “Minha maior preocupação era que a história se repetisse”, quando mencionou a separação de seus pais e ao trágico destino de sua mãe, a princesa Diana, que morreu em 1997 em um acidente de trânsito em Paris quando o motorista do carro em que ela estava com o namorado tentava escapar dos paparazzi.

Mas, apesar disso, Harry disse que sempre amará o pai e o irmão, o príncipe William, que estão “presos” às convenções da monarquia. “Não podem sair. E tenho grande compaixão por isso”.

Já o monarca também salientou que ele e Meghan fizeram “todo o possível” para permanecer na família real. “Fico triste com o que aconteceu, mas me sinto confortável sabendo que fizemos tudo o que podíamos para que funcionasse”, destacou”.

“Oh, meu Deus, fizemos todo o possível para protegê-los”, comentou Meghan, que revelou ter se casado com Harry três dias antes da cerimônia oficial e que o segundo filho que o casal espera é uma menina.

Outro assunto abordado por Meghan é o que ela denominou uma “verdadeira campanha de desprestígio” por parte da monarquia, mas não atacou pessoalmente os membros da coroa. Ao contrário do que publicou a imprensa britânica, ela destacou que não foi ela que fez Kate, duquesa da Cambridge, chorar, e sim o contrário durante um incidente antes de seu casamento e que Kate pediu desculpas pouco depois.

Ao encerrar a entrevista, Meghan foi questionada se a sua história tem um final feliz. Ela respondeu: “Tem, melhor que o de qualquer conto de fadas que vocês já leram”.