logo live news
cultura

Espetáculo performático traz o surrealismo para as ruas do Boulevard Olímpico

26/02/2021 15:49

A Cia Etc e Tal apresenta em março espetáculos na rua e pela internet com estreia de Onipotência do Sonho no Boulevard Olímpico

@ Divulgação

O projeto “Arte na Rua, em casa e Etc e Tal” foi contemplado com o Prêmio Retomada Cultural, em que a atividade artística se faz importante neste período em que a saúde é o nosso bem mais precioso. Através de ações on line e presenciais durante todo o mês de março, a longeva e premiada Cia. Etc e Tal fará uma ampla ocupação. 

A grande atração do projeto será a temporada de estreia no Rio de Janeiro do espetáculo performático Onipotência do Sonho, em que o grupo fará do Boulevard Olímpico (Centro) um palco a céu aberto com inspiração no surrealismo de Salvador Dali, nos personagens sem face de Magritte, e nos textos de André Breton, Aragon e Artaud.  Serão apresentações aos sábados e domingos de março às 17:30.  Onipotência do Sonho também terá a versão on line, aproveitando as apresentações aos domingos, ao vivo, diretamente do Instagram da Cia (@cia_etcetal). 

Em tempo: As apresentações de Onipotência do Sonho, embora tenham sido concebidas antes da pandemia, têm na característica primordial de suas performances o uso de máscaras e distanciamento social em todos os atuantes. Muito desse viés devido a inspiração nas figuras de MAGRITTE que não tinham rostos e dos quadros de DALI com seres de pernas gigantes e longe do solo.

Em outra ação, mas somente no formato on line, o trio de mímicos formado por Alvaro Assad, Melissa Teles-Lôbo e Marcio Moura, coloca apresentações do premiado espetáculo João – O Alfaiate , destinado ao público infantil, aberto pelo YouTube e Facebook da Companhia (@etcetal93) , sempre aos sábados às 11h – uma significativa adaptação dos Irmãos Grimm.  

O grupo ainda realizará a live Técnicos na Cultura, onde serão entrevistados profissionais de diferentes regiões do Estado do Rio de Janeiro, trabalhadores do segmento pouco conhecidos do público, mas que fazem os espetáculos acontecerem – de 15 a 19 de março de 2021, segunda a sexta sempre às 17h. O encontro terá tradução simultânea em LIBRAS (Língua Brasileira dos Sinais). “Será uma troca de saberes com artistas e técnicos da cultura do Estado do RJ sobre suas formas de produção, arte, criação, modos de divulgação e multi aprendizados”, diz Marcio Moura.

Sobre Onipotência do Sonho

Onipotência do Sonho começou a ser desenhado a partir de uma performance a pedido do CCBB Rio dentro da Mostra Surrealismo, em 2001. A ideia tomou formato e seguiu em frente: foram realizadas intervenções em Montmarte em Paris/França (2004) e por cidades brasileiras. O público carioca verá pela primeira vez as inusitadas intervenções cênicas inspiradas no Surrealismo. Figuras masculinas e femininas sem rosto com figurinos que remetem à década de 20 inspirados nos personagens sem face de Magritte. Carregam seres surreais gigantes como duas formigas coloridas com enormes braços e pernas que “saltaram das telas de Salvador Dali”. É a arte do ETC E TAL com teatro, circo e performance na rua. “Onipotência do Sonho é uma trilogia que iniciou em 2001 com Surrealismo (Figuras de Magritte), depois adicionamos “As Formigas de Dali” em 2018 nos 25 anos da companhia e nosso desejo é fechar a trilogia com Monocomáticos de Miró”, pontua Alvaro Assad, diretor e ator do espetáculo.

O espetáculo traz atuação com uma movimentação corporal meticulosa e segmentada, o que causa estranhamento e fascínio pelas ruas e praças no público de todas as idades. “Os visitantes terão a impressão de que as figuras/personagens escaparam das salas de exposição ao encontrar abajures voadores, cabeças entre gaiolas, figuras gigantes em formato de formiga e cores cítricas e surpreendentes”, destaca Assad. São ituações cênicas criadas pelo grupo carioca ETC E TAL, que mergulhou numa pesquisa sobre o Surrealismo e criou figuras masculinas e femininas sem rosto com rebuscado figurino que remete à década de 1920 e às pinturas de Magritte. 

As apresentações contam com nove atores, bailarinos, artistas circenses, mímicos que se apresentam.

FICHA TÉCNICA

Alvaro Assad – Atuação/Ator, Direção Artística

Marcio Moura- Atuação/Ator, Coordenador de Cena e Coreografia

Melissa Teles Lôbo – Atuação/atriz, Direção de Produção

Amarilis Irani – Atuação/atriz, circense e performer

Cleber de Oliveira – Atuação/ator circense e performer

Fernanda Sabino – Atuação/dançarina e performer

Tchesco Villares – Atuação/ator circense

Levi Leonardo– Técnico Operacional e Registro

Fotografias – Rafael Bisbis e Levi Leonardo

Sobre João o Alfaiate, – Um herói inusitado 

O premiado espetáculo “João, o Alfaiate – Um Herói Inusitado”, depois de ganhar os prêmios CBTIJ 2018 (Centro Brasileiro Teatro para a Infância e Juventude) de melhor Visagismo para Cleber de Oliveira e Zilka Sallaberry 2018 de melhor espetáculo infanto-juvenil, visagismo e ator (Marcio Moura). Sob direção de Alvaro Assad, esta montagem traz para o palco um clássico dos irmãos Grimm, usando a marca registrada do grupo: a utilização da mímica e da pantomima.

O Etc e Tal revisita de forma inventiva a obra “João Mata Sete” dos irmãos Jacob e Wilhelm Grimm. Este é o décimo espetáculo da companhia carioca, que faz chegar ao público uma profusão de cenas cômicas mesclando pantomimas e histrionismo verborrágico, cenas farsescas, truques de magia, uso de pinturas de arte com engenhocas cênicas, tudo para levar adultos e crianças ao mundo da alfaiataria que “costura” o inusitado herói. Mas para os pequenos, este é o sétimo espetáculo do grupo (o último foi “ O Maior Menor Espetáculo da Terra, de 2010) depois de sete anos de intervalo até a nova produção.  “Não à toa que o número 7 é o mais significativo para esse espetáculo e é o segredo da peça. Quem for assistir, entenderá”, brinca Alvaro Assad.

Sinopse – Em cena, o trio de atores Álvaro Assad (Alfaiate), Marcio Moura (Rei) e Melissa Teles-Lôbo (Bobo da Corte) esmiúça a história de um Alfaiate que esbraveja para o mundo sua valentia ao matar sete insetos pousados em sua refeição, num reino onde seres fantásticos apavoram a Vila Central. A notícia se espalha até chegar ao Rei. Este, manda trazer o alfaiate, certo da existência de um grande herói, para a missão desafiadora de livrar o reinado dos diversos temidos, inesperados e surpreendentes problemas da realeza. Sem ter tempo de saber do que se trata, o Alfaiate se vê diante da missão. Distraído pela própria interpretação dos fatos e pela astúcia do Monarca, costura soluções nas situações diante das tarefas designadas para ele.

SERVIÇO

– ONIPOTÊNCIA DO SONHO
Onde: Boulevard Olímpico
Data e horário: Sábados e Domingos de março às 17h30
Sessões de Domingos serão transmitidas ao vivo pela rede INSTAGRAM @cia_etcetal

GÊNERO: Intervenções Performances cênicas com virtuose circense, teatro e mímica.

DURAÇÃO: 45 minutos

CLASSIFICAÇÃO LIVRE

PROGRAMAÇÃO ONLINE

– JOÃO O ALFAIATE – UM HERÓI INUSITADO

Sábados de Março às 11h

Canais on line da ETC E TAL (youtube + facebook) @etcetal93

DURAÇÃO: 45 minutos

CLASSIFICAÇÃO: Livre

– TÉCNICOS DA CULTURA (10 técnicos do estado do RJ) LIVE com tradução em LIBRAS (Língua brasileira dos sinais)
De 15 a 19 de março de 2021, segunda a sexta sempre às 17h
Alice Viveiro de Castro, João Carlos Artigos, Jiddu Saldanha, Lúcia Cerrone, Iara Lima, Cleber de Oliveira, Raquel Theo, Aurélio Oliosi, Matheus Marra e Ricardo Alexandria

Canal ETC E TAL (youtube + facebook) @etcetal93

ETC E TAL 

O Centro Teatral e Etc e Tal é uma das únicas companhias brasileiras com representatividade internacional, que tem na mímica e na comicidade suas características latentes. Sempre com núcleo fixo e os mesmos colaboradores na ficha técnica, nestes 28 anos de formação, o “Etc e Tal” vem imprimindo uma linguagem própria e aprofundada sobre a mímica e a comicidade, sem perder o que mais se preza no fazer teatral: a relação empática com o público. Sendo um dos poucos grupos brasileiros de trabalhos continuados que investe nas inúmeras possibilidades da mímica, que tem conseguido aliar pesquisa artística e auto-gestão no cenário teatral nacional. 

Por ser uma técnica pouco difundida e de alto rigor estilístico, o “Etc e Tal” tem conquistado o respeito e a admiração de público e crítica por todo país como um núcleo artístico que alia virtuosismo técnico, presença cênica e um humor próprio no seu fazer teatral. 

O grupo tem investido nestas linguagens, pois acredita que as pluralidades das artes cênicas refletem o tipo de bem cultural que o nosso país e nossa cidade anseiam, além de acreditar que trabalho teatral de grupo que resulta na criação sólida de um repertório de espetáculos, contribuiu para a formação de platéias, uso coerente de recursos investidos em cultura, estabilidade de gestão cultural, visibilidade do teatro como bem cultural acessível a toda a população.